Para Sempre Alice (Still Alice) - Analise

Em uma tocante atuação de Julianne Moore, o filme demonstra emoção e reflexão sobre o que pode acontecer em nossas vidas que aparentam ser perfeitas. 


Sinopse: A Dra. Alice Howland (Julianne Moore) é uma renomada professora de linguística. Aos poucos, ela começa a esquecer de certas palavras e se perder pelas ruas de Manhattan. Ela é diagnosticada com Alzheimer. A doença coloca em prova a a força de sua família. Enquanto a relação de Alice com o marido, John (Alec Baldwin) se fragiliza, ela e a filha Lydia (Kristen Stewart) se aproximam. 

 Para sempre Alice (Still Alice) 


Há um bom tempo Julianne Moore é considerada uma das maiores atrizes dos últimos anos, entretanto atriz que sempre atua bem em seus filmes nunca se quer tinha ganhado um Oscar e finalmente levou por mais uma interpretação fantástica. O filme nos mostra uma professora renomada de linguística que é muita ativa, trabalha,visita os filhos que não moram mais em sua casa, faz caminhadas e ainda tem tempo para cozinhar. Entretanto pequenos indícios de esquecimento começam afetar a Dra. Alice Howland, como esquecer a receita que está a fazer e o local onde ela esta no qual ela sempre teve o costume de fazer caminhada. Guardando a suspeita pra si, Alice resolve ir ao médico para ver este pequeno distúrbio e tem a crença que isso é um problema normal no qual ela está começando a chegar próximo à 3º idade. Mas com os resultados do exame e do que o médico já suspeitava com um diagnostico inicial, Alice é confirmada com Alzheimer. 

Ao receber do resultado ela e a família acabam entrando em choque e com isso os filhos tem a chance de terem o mesmo problema futuramente, dos 3 filhos de Alice 2 fazem o teste, e a filha mais velha interpretada por Kate Bosworth acaba sendo diagnostica que futuramente terá a mesma doença da mãe. Com a doença começando a evoluir Alice começa a pensar nos problemas futuros que ela vai ter e começa a utilizar varias ferramentas para auxiliar como vídeos no computador, organização de objetos pessoais no mesmo local e o celular para dar as lembranças de todos estes tramites. Ela e o marido John (Alec Baldwin) decidem passar uns dias na casa de praia que eles têm e a partir desse momento que a doença começa a evoluir e a belíssima interpretação de Julianne Moore começa a transbordar de talento desta ótima atriz. 

Em uma cena comovente ela esquece onde fica o banheiro e acaba urinando nas calças e chorando de o porque dela não lembrar onde fica o banheiro, e um ato belíssimo o seu marido acaba se deparando com o tal momento. Com o passar dos dias Alice vai piorando e ai que ela começa a se aproximar e ter uma relação belíssima com sua filha Lydia (Kristen Stewart). No final a filha acaba desistindo do sonho de ser atriz de teatro e fica cuidando da mãe e o marido de Alice acaba indo morar em outra cidade por um ano para evoluir na carreira e ter mais dinheiro para cuidar da sua mulher. 


Com um ótimo elenco e um apoio dos coadjuvantes na medida certa, Julianne Moore arrasa e é soberana na sua atuação, mais as atuações seguras de Alec Baldwin e Kate Bosworth sustentam ainda mais o estrelismo do filme e da ganhadora do Oscar. A surpresa fica para a melhorada na atuação de Kristen Stewart, na verdade o papel de filha que não rebelde que não demonstra emoção e expressão caiu como a luva para que também dá um bom apoio a Julianne Moore, o filme não é longo e comove como um todo na construção, realmente fantástica a atuação da ganhadora do Oscar Julianne Moore. 

 VALE A PENA SIM 
NOTA 9
Compartilhar Google Plus

Sobre Gerson Santos

Gerson 23 anos, formado em desenvolvimento de Aplicativos, Adm. do Chamagamer desde 2010. Minha historia com os jogos começou com um Sega Saturno que guardo até hoje na memoria, de lá pra cá nunca mais parei de jogar e nunca irei parar. Para mim os jogos são mais do que uma diversão, pois a cada jogo sempre podemos aprender algo novo.
    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad