Operação Big Hero (Big Hero 6) - Analise

Disney aproveita o sucesso dos heróis da Marvel que são de seu domínio e faz parceria em uma animação fantástica de heróis com o toque Disney de excelência.


Sinopse: Cidade de San Fransokyo, Estados Unidos. Hiro Hamada (voz de Ryan Potter) é um garoto prodígio que, aos 13 anos, criou um poderoso robô para participar de lutas clandestinas, onde tenta ganhar um bom dinheiro. Seu irmão, Tadashi (voz de Daniel Henney), deseja atraí-lo para algo mais útil e resolve levá-lo até o laboratório onde trabalha, que está repleto de invenções. Hiro conhece os amigos de Tadashi e logo se interessa em estudar ali. Para tanto ele precisa fazer a apresentação de uma grande invenção, de forma a convencer o professor Callahan (James Cromwell) a matriculá-lo. Entretanto, as coisas não saem como ele imaginava e Hiro, deprimido, encontra auxílio inesperado através do robô inflável Baymax (voz Scott Adsit), criado pelo irmão.

Operação Big Hero (Big Hero 6)

Com o recente sucesso de Tony Stark e sua trupe em os Vingadores e outros filmes de heróis da Marvel sendo lançados e produzidos para os próximos anos, não seria estranho de se esperar que a Disney fizesse alguma animação novamente no ramo de super heróis (vale lembrar de “Os Incríveis” que foi um enorme sucesso), mas desta vez com base em alguma HQ da Marvel. E isso realmente aconteceu, mais a Disney se baseou em uma HQ japonesa e teve que alterar um pouco a historia, a fisionomia dos personagens e até o próprio nome deles, mas a qualidade Disney em propor ótimas animações com ação, comédia e emoção são claramente percebidas em Operação Big Hero (Big Hero 6) que tem como personagem principal Hiro Tamada que é um jovem prodígio de apenas 13 anos que cria um robô para participar de lutas clandestinas, mas o seu irmão mais velho Tadashi quer que ele use o seu dom para coisas grandiosas e resolve levá-lo até o laboratório onde ele estuda e trabalha, que está repleto de invenções. Lá no laboratório Tadashi apresenta seus amigos nerds e o também o professor Callahan que o convida a trabalhar no laboratório, mas antes ele tem que criar uma invenção grandiosa para poder trabalhar no laboratório, o jovem vai e cria uma super nano tecnologia que é controlada pela mente e cria qualquer coisa, essa nano tecnologia é formada por mini peças, mas durante a apresentação desta tecnologia algo terrível acontece e o irmão de Hiro acaba morrendo em uma explosão no laboratório ao tentar salvar o professor Callahan. Com ajuda dos amigos nerds de Tadashi, Hiro descobre que seu projeto não foi destruído durante a explosão no laboratório e sim foi roubado por um homem mascarado que pode estar envolvido na morte de seu irmão, e assim Tadashi e os nerds decidem usar suas ideias tecnológicas e virarem super heróis. O mais legal do filme fica por conta do robô inflável Baymax, que foi criado por Tadashi para que ele seja um robô que ajude as pessoas que estejam doentes, mas Hiro resolve fazer algumas modificações extras nele passando boas cenas de risadas, amizade e emoção entre ambos. Ao fazer uma animação adaptada de uma HQ a Disney mostra mais uma vez porque domina o ramo há anos, por mais que ela não tenha direitos autorais em alguns personagens a essência da historia é mantida, tornando-se mais uma vez em um ótimo filme feito pelo estúdio no qual agrega sentimentos variados e prazerosos que todos nos sempre sentimos ao assistir uma animação da Disney, espero que tenha continuação pois tem muito há ser explorado com esses heróis.

Spoiler: Assistam o filme até o final (até as cenas pós creditos), um personagem do filme terá uma cena de envolvimento com um grande ícone da Marvel.

VALE A PENA SIM
NOTA 9


Compartilhar Google Plus

Sobre Gerson Santos

Gerson 23 anos, formado em desenvolvimento de Aplicativos, Adm. do Chamagamer desde 2010. Minha historia com os jogos começou com um Sega Saturno que guardo até hoje na memoria, de lá pra cá nunca mais parei de jogar e nunca irei parar. Para mim os jogos são mais do que uma diversão, pois a cada jogo sempre podemos aprender algo novo.
    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad