O Jogo da Imitação - Analise

Por trás de toda mente brilhante existem segredos, mas quem liga para esses segredos quando um gênio resolve algo crucial?

Sinopse: Esta biografia de Alan Turing (Benedict Cumberbatch) acompanha sua ascensão no mundo da tecnologia, quando seus conhecimentos inestimáveis em matemática, lógica e ciência da computação contribuíram com as estratégias usadas pelos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial. No entanto, este homem tinha diversos conflitos com sua própria homossexualidade, buscando soluções de cura, e vindo a cometer suicídio em 1954.

O Jogo da Imitação

Na vida todos nós temos segredos, quando as pessoas descobrem eles acabam usando contra a gente para tirar o que temos de melhor ou para nos maltratar. O filme o Jogo da Imitação se passa em um momento importante da historia do nosso planeta (em plena 2º Guerra Mundial) e coloca o desacreditado, inseguro, inteligente e brilhante Alan Turing para resolver um dos maiores enigmas da guerra e do mundo, a maquina Enigma que enviava e recebia códigos criptografados dos Nazistas. O filme irá se prender no passado de Turing e no presente da guerra, um desafio que o brilhante matemático irá conseguir com o apoio de sua equipe que não confiava nele no começo e ao longo do filme começam a ter mais fé no brilhante Turing, o matemático irá pensar em milhões de ideias para tentar descobrir o código, até ele que consegue quebrar os códigos nazistas com o apoio de uma maquina. O filme em si tem um roteiro fantástico e o brilhantismo de Benedict Cumberbatch em conduzir as cenas são eternamente fantásticas, o ator passo a expressão de solidão, tristeza e inocência de uma pessoa que em si tem um lado eternamente brilhante. Considerado o pai da Ciencia da Computação, pois ele foi um dos primeiros a criar um possível computador, vale a pena assistir um filme com uma historia rica e encantadora onde o matemático Alan Turing  nos “propõe considerar a questão: máquinas podem pensar? 'Isso deve começar com definições do significado dos termos 'máquina' e 'pensar' ".


VALE A PENA SIM
NOTA 8,5

Compartilhar Google Plus

Sobre Gerson Santos

Gerson 23 anos, formado em desenvolvimento de Aplicativos, Adm. do Chamagamer desde 2010. Minha historia com os jogos começou com um Sega Saturno que guardo até hoje na memoria, de lá pra cá nunca mais parei de jogar e nunca irei parar. Para mim os jogos são mais do que uma diversão, pois a cada jogo sempre podemos aprender algo novo.
    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad