O Grande Hotel Budapeste - Analise

Wes Anderson adapta de forma mágica e encantadora as obras do austríaco Stefan Zweig que se suicidou no Brasil.


Sinopse: No período entre as duas guerras mundiais, o famoso gerente de um hotel europeu conhece um jovem empregado e os dois tornam-se melhores amigos. Entre as aventuras vividas pelos dois, consta o roubo de um famoso quadro do Renascimento, a batalha pela grande fortuna de uma família e as transformações históricas durante a primeira metade do século XX.

O Grande Hotel Budapeste

Adaptar livros para telona dos cinemas está virando moda e é apontado ultimamente como sempre um filme de grande sucesso que sempre atrai bons atores, uma boa plateia e até uma boa crítica em cima do que é adaptado verdadeiramente. O Grande Hotel Budapeste, por exemplo, é sustento ao se basear claramente no tom brilhante das obras do austríaco Stefan Zweig, que é citado piedosamente para reforçar o brilhantismo de um grande filme por ora que todos tenham assistido. Bem, o filme retrata a vida de Monsieur Gustave, um concierge (gerente) de um famoso hotel europeu durante o período entre as guerras mundiais, ele se mantém preso a um mundo de grandiosidade, luxo e etiqueta que já não existe. Em contraponto a este exagero de pessoa está o jovem e humilde Zéro, que se torna o mensageiro do concierge e empregado do hotel, a partir daí os 2 se tornarão grandes amigos e irão se meter em situações com humor requintado onde Gustave recebe uma herança de uma senhora rica recém-falecida, o que incomoda muito os familiares desta, que farão de tudo para que ele não fique com o objeto que lhe foi concedido. A trama vai desenvolvendo com uma história rica que nos mostra exageros adequados ao que o filme se propõe a ser de tão diferente e belo, com cenários e figurinos belíssimos, com uma fotografia impecável e um elenco arrasador que mostram o verdadeiro papel em pouquíssimas, mais brilhantes cenas desses ótimos atores, tais como: Adrien Brody, Willem Dafoe, Mathieu Amalric, Jude Law, Saoirse Ronan, Jason Schwartzman, Harvey Keitel, Jeff Goldblum, Tilda Swinton, Owen Wilson, Tom Wilkinson, Edward Norton e Léa Seydoux. 

Fora ainda que o filme conta o parceiro de longa do diretor, Bill Murray e o destaque no filme fica ainda com o vilão que Willem Dafoe interpreta, ele é bem inusitado capaz de fazer maldades que ficam divertidas e realmente inesperadas. Fora ainda que a dupla principal formada pelo novato Tony Revolori e pelo veterano Ralph Fiennes, que constrói um concierge Gustave muito complexo e atrativo. Não tem uma cena em que ele esteja menos que ótimo, uma atuação realmente magnífica e especial. No todo, o filme ainda nos mostra o ponto principal da trama, onde a estrutura apresentada é uma história contada dentro de outra que segue o brilhantismo estilo zweiguiano com a maestria do talentoso diretor Wes Anderson, uma trama impecável e diferente que vai fazer você adorar está belíssima obra.


VALE A PENA SIM
NOTA 9,5

Link para Download em AVI:
1Fichier


Compartilhar Google Plus

Sobre Gerson Santos

Gerson 23 anos, formado em desenvolvimento de Aplicativos, Adm. do Chamagamer desde 2010. Minha historia com os jogos começou com um Sega Saturno que guardo até hoje na memoria, de lá pra cá nunca mais parei de jogar e nunca irei parar. Para mim os jogos são mais do que uma diversão, pois a cada jogo sempre podemos aprender algo novo.
    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad