Protagonistas de 50 Tons de Cinza irão exigir aumento no cachê

De acordo com informações os atores Dakota Johnson e Jamie Dornan vão exigir aumentos consideráveis para estrelar as sequências de Cinquenta Tons de Cinza (Fifty Shades of Grey). No primeiro filme a dupla recebeu apenas US$ 250 mil cada e mais um bônus pela bilheteria. Os dois têm contrato para três filmes, mas devem tentar renegociar seus contratos buscando pagamentos na base dos 7 dígitos (passando de milhares de dólares para milhões) nas continuações Cinquenta Tons mais Escuros (Fifty Shades Darker) e Cinquenta Tons de Liberdade (Fifty Shades Freed). Cinquenta Tons de Cinza já arrecadou mais de US$ 528 milhões nas bilheterias para um orçamento de US$ 40 milhões. A produtora Dana Brunetti não quis entrar em detalhes sobre as possíveis negociações, mas deixou claro que o longa não deve inflar seu orçamento por conta de aumentos de salários. Johnson e Dornan devem usar como exemplo os contratos dos astros de Crepúsculo e Jogos Vorazes(Jennifer Lawrence, por exemplo, passou de um pagamento de US$ 500 mil pelo primeiro Jogos Vorazes para US$ 10 milhões em Em Chamas). Além da renegociação dos contratos, a produção de Cinquenta Tons mais Escuros deverá buscar um novo diretor, já que Sam Taylor-Johnson e a autora da trilogia EL James brigaram constantemente durante as filmagens do primeiro filme. A roteirista Kelly Marcel também não irá retornar. As filmagens da sequência devem ficar para 2016 com um lançamento para 2017, provavelmente na mesma época do original (no Dia dos Namorados norte-americano).
Compartilhar Google Plus

Sobre Igor Souza

    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad