Produtora Koei Tecmo conta que não existem grandes diferenças entre desenvolver jogos para o PlayStation 4 ou Xbox One

Um dos produtores da Koei Tecmo, Akihiro Suzuki, falou um pouco sobre as diferenças entre desenvolver jogos para o PlayStation 4 e para o Xbox One. Ao contrário de outros produtores, Suzuki pensa que as diferenças entre as duas são mínimas. 

"Olhando para o desenvolvimento de Bladestorm: Nightmare, não destacaria grandes diferenças que tenhamos encontrado entre a programação da versão para PlayStation 4 e Xbox One. Se lembrarmos a história de ambas as máquinas, a Sony sempre disse que o PS4 seria mais amigável no sentido de criar um jogo."

Suzuki acredita que essa frase repetida pela Sony durante os meses prévios à sua apresentação "pode ter sido o motivo pelo qual muitos produtores indicaram, ou disseram, que desenvolver para o Xbox One é um pouco mais difícil. Mas dito isto, talvez no PlayStation 4 seja um pouco mais fácil." Suzuki também foi convidado a fazer comentários sobre os eternos debates acerca da taxa de fotogramas e resoluções, onde contou que antigamente a grande prioridade do estúdio era ter a maior taxa de fotogramas possível, mas que agora apostam nos melhores gráficos e na melhor resolução em uma taxa variável. 

"A Koei Tecmo poderá depender do projeto em que estaremos trabalhando, mas começando da era do PlayStation posso dizer que na altura do PS2 e PS3 a taxa de fotogramas era importante para nós. Tínhamos de garantir que os 60 frames eram o padrão. Mas dito isto não podemos trivializar a expressão visual do jogo, algo importante nas franquias que fazemos. Portanto em termos de equilibro, pensamos que a taxa de fotogramas por segundo agora já não é tão importante como era antigamente." 

"Olhando para os nossos jogos de Dynasty Warriors, a maioria deles têm taxas variáveis. Portanto dependendo da circunstância da batalha algumas cenas correm a 60 frames, mas com essas áreas nós quisemos garantir que pelos menos conseguíssemos chegar à mínima qualidade visual." 

"Em alguns momentos a taxa baixa para os 30 frames e dessa forma nós garantimos que conseguíssemos ter os visuais certos ao surgir na tela de jogo. Portanto para nós, se tivermos de escolher, preferimos a resolução uma vez que gostamos de garantir que temos os visuais certos a surgir na tela em qualquer parte do jogo."
Compartilhar Google Plus

Sobre Igor Souza

    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad