Ubisoft terá que Correr Riscos em Watch Dogs 2


Jonathan Morin, o diretor criativo disse sobre o projeto de estréia e provavelmente, uma figura de proa no desenvolvimento de Watch Dogs 2 disse que é crucial que a sua equipe não descanse.

"Você tem que continuar a correr riscos", disse Morin.

"Eu não vou fazer este trabalho se não houver risco, isso seria simplesmente chato. Você não deve prevenir-se de tentar algo só porque é difícil e que a solução não é aparente."
Outro objetivo fundamental para o projeto, disse Morin, é que o jogo não seja simplesmente uma reformulação.

"Quando você começa um novo projeto é uma página em branco e tudo que você faz é o que você quer fazer", disse ele. "Com uma sequencia, há mais pressão para empurrar uma marca para a frente e agora temos de agradar aos fãs de uma nova maneira."

Em termos gerais, Morin disse que a sequencia deve permitir aos jogadores criar histórias .
 Ele explica: "nós queremos permitir que brinquem com um estado de espírito muito diferente, não encerrar conceitos para eles."

Ubisoft já vendeu cerca de 9 milhões de cópias de Watch Dogs em varejo e online, a editora afirmou
Morin diz que entende algumas observações sobre os pontos fracos do game.

"Eu não acho que Watch Dogs  é perfeito de qualquer maneira e não há muito espaço para melhorias. Mas nem sempre você ver isso quando você enviar um jogo. Nós entregamos o que nós acreditávamos ser bom no momento. Mas depois, quando você se refrescar após cinco anos e meio de desenvolvimento e tirar suas férias e as pessoas jogam o jogo, alguns elementos se tornam claros. Eles permitem que você continue a trazer o que você imagina para o próximo nível com os fãs incluídos desta vez , que é onde eu acho que realmente fica interessante ".




Watch Dogs  foi e é um grande game oque mais decepciona na jogatina é a física do jogo que deve ser retrabalhada na minha visão, depois de jogamos GTA e ver a física impressionante nos queremos padroes mais altos para os games nesta geração.
Compartilhar Google Plus

Sobre Gerson Santos

Gerson 23 anos, formado em desenvolvimento de Aplicativos, Adm. do Chamagamer desde 2010. Minha historia com os jogos começou com um Sega Saturno que guardo até hoje na memoria, de lá pra cá nunca mais parei de jogar e nunca irei parar. Para mim os jogos são mais do que uma diversão, pois a cada jogo sempre podemos aprender algo novo.
    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad