Está cansado de joguinhos coloridos então Hatred é seu jogo



Hatred (ódio) e é o primeiro do estúdio Destructive Creations. Ele mostra um homem se lotando de armas enquanto faz um discurso sobre como odeia todos os humanos e irá começar sua “jornada de genocídio”.

Gameplay em que o protagonista mata todo mundo que vê pela frente de maneira violenta, explícita e injustificada.




No site do jogo tem uma tentativa tentando explicar tanta violencia:
“Hoje em dia, muitos jogos são coloridos, politicamente corretos e tentam ser alguma espécie de arte em vez de somente um entretenimento – nós queremos criar algo contra  a tendência. Algo diferente, que pudesse dar ao jogador um puro prazer de jogar”, pode-se ler.

No site também diz que o protagonista inicia um genocídio porque tem um ódio muito profundo e cabe ao jogador pensar nos motivos que levam alguém a fazer algo assim.

O game ao  mesmo tempo que foi atingido por uma avalanche de opositores, também ganhou uma legião de fãs e entusiastas, fosse pela identificação com o personagem e seus sentimentos ou pela sensação dos mesmos que estão cansados de games coloridos e cheios de frescura.

No ano passado o jogo foi  inscrito  no programa Greenlight, do Steam, mas logo foi retirado, o motivo foi  baseado no que vimos no Greenlight, nós não publicaríamos 'Hatred' no Steam. Sendo assim, estamos tirando ele no ar", disse o breve comunicado da Valve.

Mas logo depois , dois dias depois, o próprio Gabe Newell, co-fundador da Valve e homem forte do Steam, revertesse a decisão e trouxesse "Hatred" de volta ao Greenlight.

E mandou uma mensagem para quem é fan do jogo e aguarda seu lançamento.

Estamos colocando 'Hatred' de volta. Minhas desculpas a você e a seu time. Boa sorte com o jogo", disse o próprio Gabe Newell, em carta ao diretor criativo da Destructive Creations, Jaroslaw Zielinski.

Então é isso não confirmação para quais plataformas o jogo será lançado, claro que pra pc está mais do que confirmado depois de tantas discussões.

Compartilhar Google Plus

Sobre Gerson Santos

Gerson 23 anos, formado em desenvolvimento de Aplicativos, Adm. do Chamagamer desde 2010. Minha historia com os jogos começou com um Sega Saturno que guardo até hoje na memoria, de lá pra cá nunca mais parei de jogar e nunca irei parar. Para mim os jogos são mais do que uma diversão, pois a cada jogo sempre podemos aprender algo novo.
    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad