Produtores de jogos estão começando a gostar de produzir para os consoles, segundo estudo

De acordo com um estudo dos organizadores da Game Developers Conference, os consoles PS4 e Xbox One estão começando a entrar no gosto dos produtores de jogos. No entanto o PC continua a ser a plataforma que eles mais utilizam para trabalho. O estudo que foi baseado nas respostas de mais de 2 mil produtores norte-americanos mostram alguns dados interessantes que podem ser visto abaixo:

PS4 e Xbox One:

26%  dos produtores entrevistados disseram que atualmente estão trabalhando em um jogo para PS4, ou seja, mais de 14% que no ano passado.
22% disseram que atualmente estão trabalhando em um jogo para Xbox One, 12% à mais que no ano passado.
29% dos produtores disseram que esperam que o seu próximo jogo seja lançado para PS4, enquanto que 24% disseram que esperam que o seu próximo jogo seja lançado para Xbox One. Isto em comparação com os 20% e os 17% respectivamente do ano passado.

PC:

56% disseram que atualmente estão trabalhando em um jogo para PC.
53% dos produtores disseram que esperam que o seu próximo jogo seja lançado para PC.

Smartphone e Tablet:

50% disseram que atualmente estão trabalhando em um jogo para smartphones ou tablets, em comparação com 53% e 52% respectivamente do ano passado.
48% dos produtores disseram que esperam que o seu próximo jogo seja lançado para smartphones ou tablets.

Negócios:

29% disseram que fizeram a maior parte dos seus lucros a partir da venda direta para os consumidores ou vendas digitais.
21% disseram que as micro transações são a sua fonte principal de lucro.
13% disseram que a maioria dos lucros das suas companhias são provenientes das vendas tradicionais aos retalhistas.
19% disseram que não sabiam qual era a sua maior fonte de rendimentos da sua companhia ou que não tiveram quaisquer lucros.
41% disseram que os lucros sofreram um aumento em 2014, enquanto que 9% disseram que os lucros foram maiores em 2013.

eSports:

12% dos produtores disseram que estão trabalhando em um jogo que poderá ser considerado um título eSports.
79% dos entrevistados disseram que pensam que o eSports é um "negócio sustentável a longo prazo".
Compartilhar Google Plus

Sobre Igor Souza

    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad