Vc é gordo então pare de jogar Vídeogame.



A imagem comum de jogadores de videogame cercados de caixas de pizza e salgadinhos tem uma razão científica por trás, segundo um estudo publicado pelo American Journal of Clinical Nutrition. Em uma pesquisa com 22 adolescentes, ficou comprovado que jogar videogame induz a pessoa a comer mais.

O doutor Jean-Philippe Chaput, responsável pela pesquisa, colocou o grupo de adolescentes em duas situações. Em uma delas, as pessoas apenas ficavam sentadas em confortáveis poltronas, enquanto na segunda etapa jogavam videogame sentados na mesma poltrona. Na segunda fase, os adolescentes comiam, em média, 80 calorias a mais do que sem um controle nas mãos.

Exames de sangue mostraram que não havia qualquer alteração hormonal que motivasse a ingestão de mais comida, o que levou os pesquisadores à teoria de que os jogos estimulam recompensas 
comestíveis, e pior ainda, especialmente aquelas com alto teor de gordura e açúcar.

Os videogames não são os únicos aliados da gula, segundo a pesquisa. Passatempos similares, como assistir TV e ficar muito tempo na frente do computador também causariam o mesmo efeito.

Vale lembrar que 80 calorias correspondem à ingestão de uma banana.



(Puta que bosta de pesquisa)


Desculpem o palavrão mais não se vcs mas tenho a sensação de que querem culpar os games de  tudo que acontece no mundo.
Se alguem mata ou rouba Há É CULPA DO GTA  se a pessoa é truegamer e está aguns quilinhos ha cima do peso é culpa da mãe que so faz FRITURAS E NÃO COMPRA LEGUME NÃO É CULPA DOS GAMES QUE E ELE JOGA, A vá cagar o que  vc acha dessa pesquisa ?
Compartilhar Google Plus

Sobre Gerson Santos

Gerson 23 anos, formado em desenvolvimento de Aplicativos, Adm. do Chamagamer desde 2010. Minha historia com os jogos começou com um Sega Saturno que guardo até hoje na memoria, de lá pra cá nunca mais parei de jogar e nunca irei parar. Para mim os jogos são mais do que uma diversão, pois a cada jogo sempre podemos aprender algo novo.
    Comentar com Blogger
    Comentar com Facebook

0 comentários:

No trecho destacad